Resenha Turisas – São Paulo @Carioca Club 03.10.2015

por Pamela Verissimo

Por Sigryd Bagon
Fotos Pamela Verissimo

Após um show no dia anterior na cidade de Curitiba com boas referências no Facebook, no dia 03/10/15 chegou a vez de São Paulo assistir a banda Turisas pela segunda vez.

A abertura da casa foi ás 18h e quando já haviam entrado boa parte dos espectadores, começou uma calorosa batalha medieval em meio ao público com a Ordo Draconis Belli.

Sem atrasos a banda entra no palco as 19:30 e emenda a introdução com a ótima “The March of the Varangian Guard”. Logo no primeiro instante se sente a energia que a banda traz ao palco e que mantém ate a última música, correspondendo a comemoração de quem estava aguardando ansiosamente o show.

Em “A Portage to the Unknown”, o vocalista Mathias cede o espaço central a Olli com seu violino que não decepcionou e manteve a animação da plateia em seu solo.

A terceira música vem anunciada por Mathias “To Holmgard and Beyond”, seguida de “For Your Own Good” (a primeira faixa tocada do álbum 2013, último álbum de estúdio da banda), seguidas por “Rex Regi Rebellis” (confira o video clicando no nome da música).

Ao longo do show a banda interage bastante com o público. Falam da satisfação em tocar novamente na América do Sul e em São Paulo.

 Mathias Skol Pamela Verissimo

Em momentos do show, Mathias faz piada com a cerveja local, porém faz um brinde em sueco e finlandês no palco antes de prosseguir com o espetáculo e bebe dela ate o show acabar.

“The Dnieper Rapids” e “End of an Empire” dão continuidade ao setlist. Em nenhum momento a banda perde a energia do palco, o que deu a impressão de que o tempo de show passou tão rápido.

O anúncio de “Battle Metal” leva os fãs ao êxtase e em uníssono o público canta com a banda.

De repente se abre uma roda de mosh (sim, mosh!) em meio ao público ao som de “No Good Story Ever Starts with Drinking Tea”. Com certeza um ponto muito alto do show do Turisas.

“We Ride Together” finaliza a primeira parte do show. Luzes apagadas, banda ausente do palco e muitos pedidos de “Rasputin” vindos da plateia.

A banda não poderia finalizar sem “Stand Up and Fight”, que dá nome ao álbum lançado em 2012 e uma das músicas mais conhecidas da banda.

E então a banda atende ao pedido de “Rasputin” e se despede com o uníssono da plateia pedindo bis. Provavelmente se dependesse dos fãs ali presentes teria mais um bom tempo de show pela frente.

Agradecimentos e sucesso a Dark Dimensions, DurvAll4One Press Works (Durr Campos), Pamela Verissimo e Marcelo Araújo.

Publicado originalmente em: http://radionetrocker.com/default.php?pagina=noticias.php&site_id=154&pagina_id=68918&tipo=post&post_id=193

Mais fotos do evento por Pamela Verissimo Photography: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.879772625405123.1073741885.405265812855809&type=3

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s